quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Tokyo Diaries - the beginning and day 1

"Excuse me? What did you say? Tokyo? Oh my God! How come? Why Tokyo?" Would be the usual reaction when I told people what I was going to do for the next month of my life. My only answer to the last questions was "Why not?". I had this amazing opportunity of coming and yes, it is an unexpected place I have to say, but rather amazing.
They would also ask me if I was excited about it. To tell you the truth, not really until I was running to gate C66 at Heathrow Airport, worried I would miss my flight, as like the universe was collapsing behind me. Very typical of me, being late for everything in my life, especially for something so important as a flight to Tokyo. Losing that flight was a NO-NO. I had to take it.

Coming out from interchange trains, the mass of people taking the escalators was horrendous, and I would never get a spot and go in time to the gate. So, looking desperately around me, I saw a group of 3 blond elegant women going on to an elevator. I ran on their direction, and without a second thought, ran pass them and stepped into the elevator first. Ok, a little rude of me, but I was super late. They came in, not even noticing my small act of rudeness, followed by an equally late girl that smiled at me when she reached the back of the cubicle.

Trying to regain my breath, I looked up front and I saw her. HER. Yes, above all people I saw the most iconic face of fashion. Kate Moss was elegantly standing in front of me, holding a black bag, wearing great leopard print boots, skinny jeans and a t-shirt. Obviously she looked amazing. Obviously. My heart stopped, I looked around to see if that was real, and then I looked at her again and couldn't really imagine I was seeing clearly. Unfortunately, after less than a minute the lift arrived to the last floor, and I had to run to my gate. It was Tokyo or Kate. VERY TOUGH DECISION, PEOPLE! But then I thought, "Hummm, a month in Tokyo or 2 minutes with Kate Moss? A MONTH IN TOKYO OLIMPIA, RUN!". I ran, and fortunately (otherwise I wouldn't be here in Tokyo writing) I got there in time. 

Looking over my shoulder I saw her walking towards me with her small entourage. OH YESSSSS! KATE MOSS WAS IN THE SAME FLIGHT AS ME!
Can you believe this? I still can't! I then called one of my best friends, who is also a stylist and has impeccable taste and knows Kate is the one, to tell what had just happened. Red faced with excitement and practically without breath, holding the phone with my right shoulder and three bags to hold, you can imagine I got quite some looks from the other passengers. I just didn't care. I was going to Tokyo and Kate Moss was on the same plane. Best, I took the lift with her.

Ok guys, you have to understand here this is all happening in my head. I try to play the super cool girl that sees a celebrity and is super chilled. I grew up in Rio, the city of Brazilian soap-opera production, surrounded by actors, I had to learn how to play it cool. Who knew I was practicing for this moment?

The flight was good, great crew and food ok, good music (Ben Howard), great sunset and sunrise, no one sitting next to me (uhul) and seats almost ok. But there were 11 hours of me thinking what to say to Kate. Because oh yes, I was definitely going to talk to her.
I waited until we had breakfast and had only 30 minutes to land to go and talk to her. 

With notebook and pen, my heart jumping madly and a smile on my face I went decidedly down the aisle and through the curtains separating the classes, looking for a blond head. She was in the first class, where less than 10 people had the privilege of having almost their own mini living room. One flight attendant even asked if I was lost. I answered with a smile that I had to speak to someone.
There she was, and I asked if I could speak with her for two minutes. She smiled and said yes. I asked for her autograph and introduced myself and exchanged business cards. You'll never know! She was super nice and polite, and that makes me like her even more. Her PA also smiled kindly. I said goodbye and came back to my seat more radiant than ever. That was crazy! I couldn't believe I actually had the courage to speak to her! That is AWESOME!

Ok, focusing in Tokyo now (bye Kate Moss, we love you): the city is crazy. Is messy, is modern, is incredibly cool, organized and, believe it or not, full of japanese people!! :) And also, I was welcomed with such politeness and warmth, I admire japanese manners!

The day was great. We went to a restaurant in the Shibuya district, which specialised in fried food. I had an amazing dish (impressively big) with tonkatsu (fried pork), ebi furai (fried shrimp) and katsukura tonkatsu, the most delicious 'croquette' in the universe. Is shrimp paste fried, absolutely incredible. The dish came accompanied with miso soup (which had the shells inside, I DIND'T KNOW THERE WERE SHELLS IN MISO SOUP!), a bowl of rice and a delicious salty egg pudding with mushrooms, accompanied with iced tea. I ate too much, but it was totally worth it. The name of the restaurant is Wako.

After that, Rodrigo took me to walk around Shibuya and Harajuku, showing me the best concept stores and hidden gems of the area, which I'll try to explore better tomorrow. There was this great concept store just off Takeshita Street, in Harajuku, called Vacant, which sold vintage radios, conceptual books and indie magazines. They also had a coffee shop inside, all ran by utterly cool sales associate. Great example of how the japanese have incredible taste.

We later went to Meiji Shrine, a temple dedicated to past emperors of the Meiji dynasty. It stars with a huge open wood gate that leads into a long path in the middle of a beautiful park, a great escape from the heat of the city. The path ends on a fantastic temple, all in dark tones of wood and green roof. It was peaceful and comforting.

We then walked home and went out for dinner again in Shibuya, this time in Tenka, a sushi restaurant very close to the famous Shibuya Crossing. We were welcomed with the traditional "Irasshaimase", a welcome to the establishment expression that you hear everywhere you go to. We sat down in benches in front of those rolling mats and ate the best sushi of my life. Incredible sushi that I have never eaten before, and also incredibly cheap. Lots of little plates later we paid and went to a Fruit Parfait place, to be again blown away by food. We went to SN Fruits, that has a place on the first floor of one of the corner buildings of Shibuya Crossing, and has a great view to the street. What got my attention was how lively and young was the atmosphere, and so much colours and information all around me. Later to finish the day we went to this amazingly entertaining shop hidden as a book shop, which sold everything and more from toys to keychains to magazines and wigs. Gotta love it!
A great experience and definitely a great start of the trip.

Will try to update the blog everyday, with news, pictures and my daily life here in Tokyo. Hope you enjoy, follow me (bloglovin!!) and comment please!

Lots of love from Japan!
xx


---



“Desculpe, o que você disse? Tóquio? Minha nossa, como assim? Por que Tóquio?” Essa era a reação das pessoas quando eu contava onde iria passar o próximo mês da minha vida. E minha resposta para a última pergunta era sempre “Por que não?”. Tive essa fabulosa oportunidade de vir e sim, devo confessar que é um lugar meio inesperado, mas alucinante. Me perguntavam também se eu estava emocionada de vir. Na verdade não, só fiquei quando eu estava correndo para o portão C66 do aeroporto de Heathrow, preocupada de perder meu vôo, como se o universo estivesse se desmoronando atrás de mim. É a minha cara, estar sempre atrasada, especialmente para algo tão importante como um vôo para Tóquio! Perder o avião não era uma opção. Não mesmo! Eu tinha que chegar de qualquer jeito.

Ao sair do trem que levava ao terminal, a quantidade de gente subindo pela escada rolante era tão grande que eu não iria chegar a tempo no portão de embarque. Olhei em volta desesperadamente e vi um grupo de 3 mulheres louras elegantes indo para um elevador. Corri em direção a elas e, sem prensar, entrei primeiro no elevador. Foi uma grosseria da minha parte, mas eu estava super atrasada. Elas entraram sem se importar com minha falta de educação, e atrás delas, entrou uma outra mulher correndo, também sem fôlego, que sorriu para mim quando entrou.

Tentando tomar fôlego, levantei os olhos e a vi. ELA. Sim, nada mais nada menos do que o rosto mais icônico da moda. Kate Moss estava parada na minha frente, segurando elegantemente uma bolsa preta, usando umas ankle boots incríveis com estampa de onça, skinny jeans e uma camiseta. E é claro, ela estava o máximo! É claro! Meu coração parou. Olhei à minha volta para ver se aquilo era real e depois novamente para ela, sem querer acreditar que eu estava vendo direito. Infelizmente, o elevador levou menos de um minuto para chegar no andar de cima e eu tive que correr para o meu portão de embarque. Era Tóquio ou Kate. GENTE, QUE DECISÃO MAIS DIFÍCIL! Mas aí eu pensei: “Humm, um mês em Tóquio ou 2 minutos com Kate Moss? UM MÊS EM TÓQUIO, OLIMPIA. CORRE!” Eu corri, e felizmente (senão não estaria escrevendo sobre tudo isso) cheguei a tempo. 

Dei uma olhada para trás e a vi caminhando em minha direção, acompanhada de sua pequena entourage. KATE MOSS IA VIAJAR NO MESMO AVIÃO QUE EU! Dá pra acreditar? Eu ainda não estou acreditando. Liguei na hora para uma das minhas melhores amigas, que também é produtora de moda e que tem um gosto impecável, e sabe que a Kate é o máximo, para contar o que tinha acabado de acontecer. Eu estava super entusiasmada, vermelha e sem fôlego, segurando o celular com o ombro direito e equilibrando uma mala de mão e duas bolsas, os outros passageiros me olhavam como se eu fosse uma doida. Não dei a mínima. Eu estava indo para Tóquio e Kate Moss estava no mesmo avião! O que é ainda melhor, eu tinha andado de elevador com ela!

Bom, tudo isso estava passando pela minha cabeça. Na verdade, eu estava tentando ficar na minha, dar uma de quem tá nem aí pra gente famosa. Fui criada no Rio de Janeiro, no bairro onde, na época se produziam as novelas, ou seja, cheio de atores, portanto, aprendi a meio que ficar na minha, sem dar uma de fã histérica maluca pirada. Quem diria que eu estaria treinando para este momento?

O vôo foi bom, tripulação super legal, comida mais ou menos, ótima música (Ben Howard), pôr do sol e nascer do sol fantásticos, ninguém sentado ao meu lado (Uhul!), e os assentos quase bons. Foram 11 horas de puro entusiasmo, e de mim pensando o que falar com a Kate, porque, sim, é óbvio que eu iria falar com ela! Não me importa se eu estava morrendo de medo e sobretudo, vergonha profunda.

Esperei depois do café da manhã, quando só faltavam 30 minutos para aterrissar pra ir falar com ela. Caderninho e caneta na mão, coração aos pulos e um sorriso no rosto, fui pelo corredor e abri a cortina que separa as duas classes e procurei por uma cabeça loura. Ela estava na primeira classe onde menos de 10 privilegiados se acomodam em uma espécie de mini sala de estar particular. Uma aeromoça me perguntou se eu estava perdida... Respondi com um sorriso que ia falar com uma pessoa.
Lá estava ela e eu perguntei se poderia falar dois minutos com ela. Ela sorriu e disse que sim. Pedi o autógrafo dela, me apresentei e trocamos cartões de visita (bom, eu a dei meu cartão, ela não precisa de cartão, obviamente, ela é a Kate Moss). Ela foi super simpática e educada e isso me fez gostar ainda mais dela. Ela estava acompanhada por sua assistente pessoal, que também foi super simpática. Eu me despedi e voltei para meu assento, mais radiante do que nunca! Que loucura! Não acredito que tive a coragem de ir falar com ela. Isso não podia estar acontecendo!!

Ok, agora vamos nos concentrar em Tóquio (tchau, Kate Moss, amamos você!). A cidade é uma loucura. Bagunçada, moderna, incrivelmente maneira, organizada, e acredite se quiser, cheia de japoneses!! :) E eu fui recebida com tamanha gentileza e carinho... Adoro as boas maneiras dos japoneses!

O dia foi ótimo. Fomos a um restaurante no bairro Shibuya, especializado em Tonkatsu (porco meio que a milanesa). Meu prato era uma delícia (imenso!), com tonkatsu, ebi furai (camarão frito) e katsukura tonkatsu, o croquete mais delicioso do universo! Feito com uma pasta de camarão, simplesmente incrível. O prato vinha acompanhado de sopa miso (com umas conchas dentro - EU NÃO SABIA QUE MISO TINHA CONCHAS DENTRO!), uma cumbuca de arroz e um pudim salgado de ovos com cogumelos (ma-ra). Tudo isso com chá gelado. Comi demais, mas valeu a pena. O nome do restaurante era Wako.

Depois, o Rodrigo me levou para andar por Shibuya e Harajuku e me mostrou as melhores concept stores e uns lugares escondidos da região, que vou tentar explorar mais amanhã. Tem uma concept store genial perto da rua Takeshita, em Harajuku, chamada Vacant, que vende rádios vintage, livros conceituais e revistas indie. E dentro da loja também tem uma cafeteria, tudo atendido por vendedores mega cool. Um ótimo exemplo do bom gosto japonês.

Mais tarde, fomos ao templo Meiji, dedicado aos antigos imperadores da dinastia Meiji. A visita começa com um enorme portão de madeira aberto de par em par que dá em um caminho que segue por um parque lindo, uma boa forma de fugir do calor da cidade. O caminho termina em um templo fantástico, todo em madeira escura, com um telhado verde. Pacífico e aconchegante.

Depois voltamos pra casa andando e à noite fomos jantar novamente em Shibuya, bem perto do famoso Shibuya Crossing, no melhor sushi man da cidade! Bem escondidinho, no porão de um prédio, estava esse restaurante, o Tenka. Sem palavras. Comi o melhor sushi da minha vida, com direito a esteira e tudo. Logo que entramos, todos gritaram dessincronizados o famoso "Irasshaimase", uma expressão de bem-vindos que você recebe ao entrar em qualquer estabelecimento. Wasabi para cá, sushi para lá, e muitos pratinhos depois, eu estava feliz e impressionada que tanto sabor poderia existir em um mero sushi. E o melhor de tudo, incrivelmente barato. Um must para qualquer visita em Tóquio  tenho certeza que irei voltar lá sempre. Logo depois do Tenka, fomos parar em um SN Fruits, lugar típico para tomar sundays incríveis, o que chamam de Parfait. Meu senhor, que pecado. Tinha uma vista ótima da famosa rua e como tinha vida! Logo depois fomos para uma loja incrível com tudo o que você pode imaginar. Brinquedinhos, revistas, livros, chaveiros, perucas, bolsas, mochilas, coisinhas, câmeras e inutilidades japonesas que tanto amamos.
Realmente um primeiro dia incrível!

Vou tentar atualizar o blog diariamente, com novidades, fotos e meu dia-a-dia aqui em Tóquio. Espero que gostem! Me sigam pelo bloglovin e comentem, por favor!
Beijos do Japão!
xx


Happiness in a paper


 Prada's building by Herzog and de Meuron (still didn't go inside)

Something something

Crossing next to Harajuku

Entrance to the Meiji Temple

Sake offering

Sake offering

Little prayers by visitors from the temple

The centre of the temple


:)

Harajuku's Takeshita Street

The Vacant concept store


















Shibuya crossing

Tenka

I love you



Ninja

SN Fruits

Hummyyyyy

My next hair style

4 comentários:

  1. Ei Olimpia!

    Espero que vc ainda lembre de mim!
    Flávia (amiga de Kika e Amanda)
    Bom, acompanho seu blog e seus trabalhos desde sempre...Aliás parabéns por seus trabalhos, acho todos incríveis!

    Achei um máximo vc em tóquio, espero que você aproveite muuuuuito!! Continuo daqui acompanhando sua viagem e trabalhos!

    Bjokas pra vc
    =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que me lembro de você! Obrigada Flávia, que bom que você curte o meu blog!! Vou tentar atualizar o máximo que puder!! Beijos!

      Excluir
  2. Tudo parece o máximo! Quanta gente jovem nas ruas! As cores! A SN Fruits! O restaurante Tenka (ai, que vontade de comer sushi bom!!!). Aquela quantidade toda de sake náo duraria muito por estar bandas... Mas o que mais me encantou é que eles vendem pregos como se fossem preciosidades!! Em embalagens pequenas e especiais! Pode? Demais, né? Enjoy muito, querida! Alias, adorei seu look Harajuku. Vc fica bem de peruca branca e franjinha!! Linda!!!!

    ResponderExcluir